São as ciências e técnicas usadas para melhorar a qualidade e a produtividade de lavouras, rebanhos e produtos agroindustriais. O agrônomo envolve-se em praticamente todas as etapas do agronegócio - do plantio ou da criação de rebanhos à comercialização da produção. Ele planeja, organiza e acompanha o preparo e o cultivo do solo, o combate a pragas e doenças, a colheita, o armazenamento e a distribuição da safra. Cuida da alimentação, da reprodução, da saúde e do abate de animais. Também gerencia a industrialização, o armazenamento e a comercialização de alimentos de origem animal e vegetal.A demanda por esse profissional continua aquecida e tende a aumentar nos próximos anos. "Isso acontece pela contínua necessidade de produção de alimentos para abastecer tanto o mercado nacional quanto o internacional. Também pelo fomento de ações em agricultura familiar e orgânica e preservação ambiental", diz o professor Vitor de Mattos Barretto, da Universidade Estadual de Goiás. A previsão é que a produção de grãos cresça 23% na próxima década. Outro setor que deve demandar muitos graduados nos próximos anos é o de biocombustíveis, já que o governo continua apostando em incentivos para o aumento da produção e ainda há um campo aberto para novas pesquisas e investimentos.

Salário inicial: R$ 3.732,00 (6 horas diárias); fonte: Confea.

Classificação:
  • Atualmente, 0/5 estrelas.

Exibições: 76

Comentar

Você precisa ser um membro de AgroRede para adicionar comentários!

Entrar em AgroRede

© 2018   Criado por Soc. Mineira de Eng. Agrônomos.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço